Semana de arquitetura da FAAP dedicada às mulheres – Veja fotos do evento

Vamos compartilhar com vocês algumas fotos tiradas durante a Semana de Arquitetura da FAAP, cujo tema foi A Contribuição Feminina para o Debate e Produção do Espaço: Jacobs | Lina | Zaha”.

O encontro registrado nas fotos aconteceu no dia 02/05, com a mesa “O papel feminino no conjunto da produção arquitetônica e urbanística. A questão do gênero” que teve a participação da Profa. Dra. Ana Gabriela Godinho Lima (FAU Mackenzie), Profa. Renata Coradin (Habitar Arquitetas Assiciadas) e Arq. Gabriela Cascelli (Revista Arquitetas Invisíveis).

13220512_1335897573094228_922190155397168341_o

13048003_1335897546427564_2902241255924791719_o

13161728_563708103806715_7451555021748326460_o

13131518_563708230473369_5532139973055283874_o

Imagens: Facebook Arquitetas Invisíveis e Renata Coradin

ARQUITETURA E GÊNERO – Amanhã (12/05): roda de conversa com Ana Gabriela Godinho Lima

13220698_269077563439282_2716614330192452580_o

UNILA PTI auditório paulo freire (Universidade Federal da Integração Latino-Americana  – Foz do Iguaçu – Paraná)
12/05/16 | 11H30
entrada franca

* * *

O PPG IELA e o CAU UNILA convidam para a roda de conversa “Arquitetura e Gênero” com a professora Ana Gabriela Godinho (FAU/MACKENZIE).

Nas últimas décadas as clivagens de gênero em arquitetura e urbanismo têm ganhado relevância noutras partes, sobretudo nos Estados Unidos e Espanha, mas é incipiente como tema de debate e pesquisa no Brasil, apesar de sermos 61% das profissionais e termos uma produção significativa e relevante para o debate nacional. Na maior livraria do país temos livros publicados por editoras nacionais apenas sobre duas arquitetas brasileiras: Carmem Portinho (01 título) e Lina Bo Bardi (08 títulos), sendo praticamente nenhum livro sobre gênero na área. Ou seja, é enorme e vergonhosa a invisibilidade histórica sobre o trabalho das mulheres arquitetas e a inserção do debate feminista em arquitetura e urbanismo. Somos sócias de apenas 21% dos escritórios selecionados pela archdaily brasil como representativos da “jovem arquitetura” no país, provavelmente porque estejamos atuando em áreas pouco valorizadas na produção arquitetônica, o que pode levar ao falso silogismo de que “não fazemos nada de qualidade”, o que é uma distorção grotesca. Além disso, não somos assuntos de congressos e pesquisas científicas; o discurso predominante reproduz a meritocracia: “somos todos arquitetos, se ela for boa, aparecerá”; “é tudo arquitetura, não dá pra falar em arquitetura de mulher”, temas que na UNILA temos estado a trabalhar nos últimos anos, desde o início da graduação.

Recentemente, no entanto, começam a despontar focos de interesse na questão, como é o caso do grupo Arquitetas Invisíveis da UnB, responsável pela primeira publicação na área, a revista “Arquitetas Invisíveis n. 1”, em vias de impressão, na qual contribuímos com dois trabalhos. Outro destaque é a convidada especial para esta roda de conversa Ana Gabriela Godinho Lima, da FAU/MACKENZIE. A professora tem desenvolvido pesquisa sobre ensino em Arquitetura e Urbanismo a partir de uma perspectiva feminista. Godinho também integra o Programa de Pós-Graduação University of Hertfordshire (Reino Unido), é editora do periódico Espanhol “BAc – Boletín Académico: Revista de investigación y arquitectura contemporânea” e atualmente integra o ramo brasileiro do projeto internacional “Women in Architecture”, envolvendo a Universidade Politécnica de Valência (Espanha) e a Architectural Association em Londres (Reino Unido).

** poster elaborado pro Maite Tejada monitora de CHAC III.

Semana de arquitetura da FAAP dedicada às mulheres

De 02 a 06 de maio acontece na FAAF a semana de arquitetura intitulada A Contribuição Feminina para o Debate e Produção do Espaço: Jacobs | Lina | Zaha”

A programação se inicia 2ª feira, dia 02/05, às 11h no Auditório 1, com a mesa “O papel feminino no conjunto da produção arquitetônica e urbanística. A questão do gênero” que tem a participação da Profa. Dra. Ana Gabriela Godinho Lima (FAU Mackenzie), Profa. Renata Coradin (Habitar Arquitetas Assiciadas) e Arq. Gabriela Cascelli (Revista Arquitetas Invisíveis). A mediação será realizada pela Profa. Marianna Dal Canton (FAAP).

 

Cartaz Semana da Arquitetura Print

Cartaz Semana da Arquitetura Print.

IAB Mulher – amanhã (08/03) palestra “Mulheres na Arquitetura”

iab-mulher

Amanhã, dia 08/03: o Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Paraná (IAB-PR) promoverá o IAB Mulher, que terá a palestra “Mulheres na Arquitetura” com a arquiteta e urbanista Ana Gabriela Godinho Lima, doutora em História da Educação e Filosofia do Conhecimento e professora da Universidade Mackenzie; e um relato pessoal “Eu, Arquiteta” da doutora em Arquitetura, Elisabete França, sobre a vida profissional dela.

O evento, que comemora o Dia Internacional da Mulher, é apoiado pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Paraná (CAU/PR) e está programado para iniciar às 19h, no Miniauditório do Museu Oscar Niemeyer (R. Mal. Hermes, 999 – Centro Cívico), em Curitiba. A entrada é de graça, mas vale destacar que a capacidade do local é para 50 pessoas.

De acordo com o IAB-PR, as arquitetas e urbanistas representam mais de 60% dos profissionais do país. O presidente da entidade e vice-presidente do CAU/PR, Irã Taborda Dudeque, afirma que apesar de serem maioria na categoria profissional, ainda não existe um espaço específico para discutir a atuação das mulheres na Arquitetura e Urbanismo. “A intenção é preencher essa lacuna expondo demandas e problemas específicos das profissionais”, explica Dudeque.

Fonte da notícia: http://www.caupr.org.br/?p=16503

10 dias para encerrar… Veja nosso recado!

Olá a todos!

Os resultados parciais divulgados por Eva Alvarez demonstram que a pesquisa internacional Women in Architecture está mesmo se espalhando e coletando respostas vindas de diversos países.

Agora estamos chegando ao prazo final definido para responder ao questionário (ainda temos 10 dias até a pesquisa se encerrar, em 24/02) e quanto mais participações tivermos, poderemos ter um resultado mais detalhado sobre a situação das mulheres na arquitetura hoje.

Participe aqui.

Ah! Não deixem de ver o recado que a Ana Gabriela – coordenadora brasileira da pesquisa – deixou para vocês.

Participe da Pesquisa! AD Women in Architecture 1975-2015 (questões em português)

Untitled

Começa hoje a pesquisa AD Women in Architecture 1975-2015.
Para participar é fácil! Basta responder ao questionário que você encontra aqui.

SOBRE A PESQUISA: Faz 40 anos desde que a AD publicou a edição especial sobre Mulheres na Arquitetura, em agosto de 1975. Na época, a diretora Monica Pidgeon enviou cartas para 100 arquitetas perguntando: o que uma mulher pode fazer de contribuição para a arquitetura que um homem não pode (e vice versa) e quais são as vantagens ou desvantagens em ser uma mulher nessa carreira.
Agora em 2016 tentaremos verificar e repetir a iniciativa de Monica lançando um questionário on-line com perguntas semelhantes. Respondê-las leva apenas alguns minutos.
Nós queremos saber o que mudou hoje para as mulheres na profissão. Ainda não existem muitas mulheres na arquitetura e a sua participação nessa pesquisa irá colaborar para aumentar a compreensão sobre essas questões.

*O questionário foi traduzido para o português. Podem participar homens e mulheres até o dia 24 de fevereiro de 2016, e todas as respostas permanecerão anônimas.
Um relatório com os resultados deverá ser publicado em 8 de março de 2016.

 

PARTICIPE!

Site oficial da pesquisa Women in Architecture: https://womeninarchitecture1975.wordpress.com/

O encontro como elemento essencial da criação arquitetônica e artística.

130807_eames_house_02_large

charles-e-ray-eames

Será que o encontro de almas é a marca das grandes criações arquitetônicas e artísticas?

Nesta última terça-feira, 20 de Setembro, tive o prazer de falar sobre a Casa Eames, o trabalho em duplas e outras histórias de criações compartilhadas em uma palestra na sede da ATEC Cultural.

Nesta palestra explorei um pouco uma questão que há tempos vem me interessando desde a época de meu mestrado em que falei sobre as Arquitetas na América Latina do Século XX.

(O mestrado virou livro e foi publicado em 2013. Você pode baixar o e-book gratuitamente clicando aqui).

O papel do encontro das almas, do prazer de conversar, e projetar, com alguém que inspira, instiga ou provoca.

Comecei lembrando de uma dupla curiosa. A pioneiríssima arquiteta norte-americana Julia Morgan e o magnata das comunicações nos Estados Unidos do início do Século XX, William Randolph Hearst.

\Hearst_and_MorganJulia-Morgan-Hearst-Castle

Morgan foi quem deu estrutura e forma para os sonhos cada vez mais grandiosos e fantasiosos de Hearst. À medida em que ela projetava e construía, ele sonhava e demandava dela cada vez mais. Um foi para o outro combustível e motor da criação do inacreditável Hearst Castle, hoje aberto à visitação pública.

Outra dupla sobre a qual falei foi Eileen Gray e Jean Badovici. Contam as histórias sobre Gray que ela apenas criou confiança o suficiente para lançar-se na arquitetura aos 48 anos. Dentre outros fatores contou de modo decisivo o apoio de seu então parceiro na época, o crítico de arquitetura Badovici. Desta união nasceu a famosa casa E1027.

Screen Shot 2015-10-02 at 7.08.28 PMScreen Shot 2015-10-02 at 7.10.18 PM

O diálogo entre Gray e Badovici é a própria ilustração do argumento que construí para essa palestra. Veja que inspirado esse trecho, publicado em Architecture Vivante:

Screen Shot 2015-10-02 at 7.20.55 PM

Por fim, a fertilíssima colaboração entre Ray e Charles Eames. Juntos tornaram-se o casal de arquitetos e designers referência nos Estados Unidos das décadas de 40 e 50. O projeto da Case Study House 8, mais conhecida como a Casa Eames, tornou-se a ilustração do morar moderno dos tempos pós-guerra, atual até hoje.

Screen Shot 2015-10-02 at 7.28.45 PMvc9616

O casal passou o resto da vida morando na casa, que se manteve preservada até os dias de hoje.

(Agora é possível visitá-la por U$10,00, mas apenas espiar por fora, o que é uma pena.)

Para mim, o que fica é a convicção de que, pelo menos nos casos destas três duplas e suas grandes criações, o elemento criativo fundamental foi o encontro, a inspiração e as possibilidades que um inspirou no outro.

Como experiência, foi simplesmente adorável falar para um público de cerca de 60 pessoas, acomodado no espaço mais que agradável da ATEC cultural, com direito à poltrona Eames e várias outras peças de mobiliário de design assinadíssimo que a ATEC comercializa no Brasil.

9f6e15706117b17400439132effd944b

Na foto, minutos antes de começar, estou conversando com a curadora do evento e querida amiga, Ethel Leon. Vale a pena ficar atento às palestras que ela organiza às terças a noite no espaço da ATEC cultural!

Abaixo, o cartaz de divulgação

Screen Shot 2015-10-02 at 6.37.21 PM

77640ac8b32262452a179f84277b26e8

Em ação, falando das casas inspiradas por encontros inspiradores…

12032108_10153634686766484_1550939159292798572_n

No final, missão cumprida, fotinho com as queridas alunas e plateia!

E abaixo, os bastidores de preparação da palestra, minutos antes de fechar o arquivo. Conversa e companhia inspiradora das amigas arquitetas, Cecília Rodrigues dos Santos e Cláudia Stinco!
2c80097bf3aafd0471217861eca59e66

No mais, queridas e queridos, o blog continua em reforma. Deve voltar daqui a algum tempinho, mais bonito, organizado e inspirador!

Enquanto isso, de vez em quando vou postando algumas novidades e inspirações!

Abraços

Ana Gabriela

Fontes das imagens:
– Casa Eames: https://archtech260.files.wordpress.com/2013/10/130807_eames_house_02_large.jpg
– Casal Eames: http://www.essenciamoveis.com.br/blog/wp-content/uploads/2015/09/charles-e-ray-eames.jpeg
– Julia Morgan e William Randolph Hearst: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/1/14/Hearst_and_Morgan.jpg
– Hearst Castle: http://www.mksdarchitects.com/wp-content/uploads/2013/10/Julia-Morgan-Hearst-Castle.jpg
– Jean Badovici e Eileen Gray e a casa E1027: http://www.capmoderne.com
– Capa da revista Architecture Vivante: capmoderne.com
– Trecho do texto de Gray: Review Author(s): Ricki Sablove / Review by: Ricki Sablove / Source: Woman’s Art Journal, Vol. 30, No. 2 (FALL / WINTER 2009), pp. 52-53 Published by: Old City Publishing, Inc. Stable URL: http://www.jstor.org/stable/40605304 – Accessed: 24-09-2015 14:44 UTC
– Interior da casas Eames: http://www.clickinteriores.com.br/wp-content/uploads/2015/06/lahouse-64926223-23183833.jpg
– Casal Eames e modelo: http://www.loc.gov/exhibits/eames/images/vc9616.jpg
– Fotografias do evento: Cecília Rodrigues dos Santos e Renata Targino

Casas e casais, a residência Eames e outras residências famosas do século XX – Palestra no ATEC Cultural em 29/09

  

Gostaríamos de divulgar a próxima palestra do Atec Cultural, que irá se realizar dia 29 de setembro e terá como tema: “Casas e casais, a residência Eames e outras residências famosas do século XX”, com a profa. dra. Ana Gabriela Godinho Lima.

“Entre 1926 e 1929, a arquiteta irlandesa Eileen Gray projetou e construiu, com seu parceiro Jean Badovici, uma casa de veraneio em Roquebrune-Cap-Martin. A linda paisagem litorânea podia ser descortinada a partir das aberturas que se estendiam do teto até ao chão desse elegante volume concebido em “L”, ao mesmo tempo aberto e compacto. No projeto, as fronteiras entre arquitetura e design de interiores diluem-se. Foi batizada de E1027, um código relacionado às iniciais do casal de amantes. Separaram-se logo após o término da construção. Gray seguiu com a casa, em que recebia hóspedes como Le Corbusier, em um cômodo cujo acesso ocorre por uma elegante escada em espiral. Sem qualquer tipo de consentimento prévio, este deu-se a liberdade de produzir e completar, em 1938, uma série de murais nas paredes da casa de Gray. Ao publicar os murais, Le Corbusier omitiu a autoria do projeto da casa, facilitando, talvez inadvertidamente, a atribuição do projeto a si mesmo.

Pouco menos de duas décadas depois, nos Estado Unidos, tomou lugar uma das iniciativas mais interessantes no âmbito da arquitetura residencial. Em janeiro de 1945, era publicado o edital das Case Study Houses. Empreendida por John Entenza, editor da revista de arquitetura californiana Arts & Architecture, a experiência consistia na idealização de casas para a classe média, que representassem uma visão inovadora do morar.
A casa projetada pelo casal Eames tornou-se uma das mais divulgadas e conhecidas do público amplo. Feita em estrutura metálica com painéis internos de fechamento, possuía dois pavimentos e setores separados para descanso e trabalho. Embora o trabalho fosse resultado de uma co-autoria, Ray Eames não chegou a obter o mesmo reconhecimento que Charles.

Na época em que Eileen Gray e Ray Eames estiveram em atividade, o reconhecimento do valor de seus trabalhos era eclipsado por uma visão predominantemente masculina da arquitetura e da história. Mais recentemente, arquitetas e designers como elas vêm sendo resgatadas e reconhecidas pelo valor e pelo papel de seus projetos pioneiros.”

A palestra será realizada no dia 29 de Setembro às 19h30.
Os interessados podem se inscrever por telefone (11) 3056-1800, pelo email comunicacao@atec.com.br ou comparecer no dia da palestra desejada com pelo menos 15 minutos de antecedência.

Endereço: Atec Original Design – Av. Brigadeiro Faria Lima, 1800 – 10º andar

*ENTRADA GRATUITA

Veja mais informações aqui

Assista online! Seminário “Women in Architecture”

É hoje!

Acompanhem online o seminário “Women in Architecture” que acontece em Valência e está sendo transmitido para o mundo todo!
Assista aqui: https://womeninarchitecture1975.wordpress.com/streaming/

Programação (*atenção para o fuso horário! Valência está 5 horas à frente de Brasília):
09.00-09.30h (4.00-4.30h Brasil) | PROTOCOL WELCOME
09.30-09.45h (4.30-4.45h Brasil) | VALENCIA SEMINAR OVERVIEW
09.45-10.15h (4.45-5.15h Brasil) | 1975 AD WOMEN IN ARCHITECTURE
10.15-12.15h (5.15-7.15h Brasil) | ANALYSIS OS PRECEDENTS
12.15-12.45h (7.15-7.45h Brasil) | MORNING BREAK
12.45-14.45h (7.45-9.45h Brasil) | SPAIN OVERVIEW | SWITZERLAND OVERVIEW | ARGENTINA OVERVIEW | BRAZIL OVERVIEW | ITALIA OVERVIEW | POLAND OVERVIEW | URUGUAY OVERVIEW | INDIA OVERVIEW | ADRICA OVERVIEW
14.45-16.00h (9.45-11.00h Brasil)| LUNCH BREAK
16.00-18.00h (11.00-13.00h Brasil)| RECENT STRATEGIES
18.00-18.30h (13.00-13.30h Brasil)| EVENING BREAK
18.30-20.00h (13.30-15.00h Brasil)| DAY REVIEW & WORK AGENDA MODERATED BY SANTA RAYMOND

Abaixo o folder com a programação completa:
rev_000-cartel-wia-valencia-pac