A mobilidade das mulheres na zona sul de São Paulo

Contribuição de Rodrigo Mindllin Loeb.

Continuando com as discussões sobre a mobilidade das mulheres na cidade que temos apresentado em algumas das últimas postagens, hoje gostaríamos de indicar a leitura do artigo (em espanhol) publicado pelo portal da ‘Revista de Estudos Urbanos e as Ciências Sociais’, chamado La movilidad de las mujeres en la zona sur de São Paulo (Brasil). Identificación de los problemas y soluciones desde su punto de vista, de Lupicinio Íñiguez-Rueda e José Hercilio Pessoa de Oliveira.

Acesse o artigo aqui.

Resumo: Com frequência, as políticas de mobilidade pública, tanto em ambientes urbanos como rurais, não diferenciam as especificidades entre homens e mulheres. Em particular, os sistemas de transporte público não são projetados para atender as necessidades das mulheres, mas sim as demandas dos homens. O objetivo deste estudo foi determinar a adequação do espaço e do transporte público para a mobilidade das mulheres na Região Sul de São Paulo (Brasil). Como método foram realizados quatro grupos de discussão, com pessoas entre 16 a 80 anos de idade. Os resultados mostram que, realmente, a rede de transportes públicos na região não se encaixa no padrão de mobilidade das mulheres. São apresentados problemas relacionados com a mobilidade e as possíveis soluções a partir do ponto de vista das mulheres que vivem na região.

Imagem: https://blogs.iadb.org/moviliblog/2016/05/10/como-mejorar-la-movilidad-de-las-mujeres/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s