Casas e casais, a residência Eames e outras residências famosas do século XX – Palestra no ATEC Cultural em 29/09

  

Gostaríamos de divulgar a próxima palestra do Atec Cultural, que irá se realizar dia 29 de setembro e terá como tema: “Casas e casais, a residência Eames e outras residências famosas do século XX”, com a profa. dra. Ana Gabriela Godinho Lima.

“Entre 1926 e 1929, a arquiteta irlandesa Eileen Gray projetou e construiu, com seu parceiro Jean Badovici, uma casa de veraneio em Roquebrune-Cap-Martin. A linda paisagem litorânea podia ser descortinada a partir das aberturas que se estendiam do teto até ao chão desse elegante volume concebido em “L”, ao mesmo tempo aberto e compacto. No projeto, as fronteiras entre arquitetura e design de interiores diluem-se. Foi batizada de E1027, um código relacionado às iniciais do casal de amantes. Separaram-se logo após o término da construção. Gray seguiu com a casa, em que recebia hóspedes como Le Corbusier, em um cômodo cujo acesso ocorre por uma elegante escada em espiral. Sem qualquer tipo de consentimento prévio, este deu-se a liberdade de produzir e completar, em 1938, uma série de murais nas paredes da casa de Gray. Ao publicar os murais, Le Corbusier omitiu a autoria do projeto da casa, facilitando, talvez inadvertidamente, a atribuição do projeto a si mesmo.

Pouco menos de duas décadas depois, nos Estado Unidos, tomou lugar uma das iniciativas mais interessantes no âmbito da arquitetura residencial. Em janeiro de 1945, era publicado o edital das Case Study Houses. Empreendida por John Entenza, editor da revista de arquitetura californiana Arts & Architecture, a experiência consistia na idealização de casas para a classe média, que representassem uma visão inovadora do morar.
A casa projetada pelo casal Eames tornou-se uma das mais divulgadas e conhecidas do público amplo. Feita em estrutura metálica com painéis internos de fechamento, possuía dois pavimentos e setores separados para descanso e trabalho. Embora o trabalho fosse resultado de uma co-autoria, Ray Eames não chegou a obter o mesmo reconhecimento que Charles.

Na época em que Eileen Gray e Ray Eames estiveram em atividade, o reconhecimento do valor de seus trabalhos era eclipsado por uma visão predominantemente masculina da arquitetura e da história. Mais recentemente, arquitetas e designers como elas vêm sendo resgatadas e reconhecidas pelo valor e pelo papel de seus projetos pioneiros.”

A palestra será realizada no dia 29 de Setembro às 19h30.
Os interessados podem se inscrever por telefone (11) 3056-1800, pelo email comunicacao@atec.com.br ou comparecer no dia da palestra desejada com pelo menos 15 minutos de antecedência.

Endereço: Atec Original Design – Av. Brigadeiro Faria Lima, 1800 – 10º andar

*ENTRADA GRATUITA

Veja mais informações aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s